domingo, 29 de julho de 2012

Chilique, muito chilique

Oi amores.
Nunca escondi de vcs que me sinto muito mal em sair e deixar meu pitico pra trás, mas as coisas estão mudando.
Esses dias saímos pra lanchar e fazer umas comprinhas. Fomos a um lugar que o Isaac adora.
Chegando lá, achamos que seria aquela diversão de sempre.
Que decepção!!
Isaac fez um chororô daqueles.
Alem do berreiro ele fez aquela birra de gritar e jogar as coisas no chão.
Confesso q já estou de saco cheio dele jogar as coisas no chão, fico mais irritada pq na maioria das vezes ele joga alimentos.
Quer me ver chateada é desperdiçar comida.
Com tanta gente passando fome no mundo não acho certo, vc que tem comida, jogar fora desse jeito.
Ele quis o bolinho e nós compramos, mas ele não quer esperar o tempo de abrir o pacote. Ele grita desesperadamente e qndo dei o bolinho ele jogou no chão.
Fiquei chateada e não pensei duas vezes, dei um tapinha na mão dele e expliquei que não podia.
O choro acabou.
Ele pediu outro pedaço e eu dei, mas fiz a besteira de pegar um pedaço pra mim tbm e o Isaac não pensou duas vezes. Começou a gritar qndo me viu comendo um pedaço do bolo dele e ,novamente, jogou o bolo no chão.
Ele ficou aos gritos e prantos, eu decidi não dar atenção.Deixei ele dando show e as pessoas me olhando com olhar de reprovação. Fingi que não via ninguém.
Qndo ele percebeu que eu não iria fazer nada, ele parou o xilique.
Me distraí e qndo olhei ele estava com o bolo na boca. Ele pegou o q havia jogado no chão e comeu. Nem deu tempo de tirar da mão dele.
Num curto espaço de tempo ele deu mais um monte de xiliques.
Agora ele está assim. Xiliquento demais. As pessoas ficam olhando.
Num dos xiliques eu o deixei gritar novamente, ai o papai do Isaac ficou muito bravo e brigamos na rua (sem gritos).
O passeio em familia acabou mal. Fiquei tão mal com aquilo que avisei a ele que sairíamos na sexta,mas sem levar o Isaac.
Na sexta fomos comprar umas roupas e o Isaac ficou com a vovó. Ela tbm notou que o Isaac tá muito diferente. Ele quer ficar grudado comigo e faz birra o tempo todo.
Essa fase tem que passar logo pq tem horas que eu acho q vou enlouquecer.
Conversei muito com o marido e pedi que me ajude com essa fase.
Meu marido, no dia que brigamos, me disse que não adiantava fazer nada pq Isaac é muito bb e talz...
Expliquei a ele q é de bebê que se aprende e que é nossa responsabilidade ensinar.
Ele concordou e agora fala com autoridade qndo o Isaac lança os alimentos. kkkkkk
As vezes ele só olha e o Isaac já percebe que fez besteira.

Depois de perceber que consigo sair sem me sentir tão culpada qnto antes, resolvi que vamos passear no nosso niver de casamento e vamos passar uma noite fora sem o Isaac. Antes me sentia mal só de pensar nisso. Hoje percebo que precisamos de um momento só nosso e o Isaac já fica bem sem nós.
Essa coragem toda é só qndo penso em passar apenas uma noite fora, não consigo pensar em passar mais do que isso longe do meu filho. Acho q sou muito dependente dele. Qndo ele dorme no berço fico acordando o tempo todo pra ver se ele está bem, só durmo bem com ele ali do meu lado e tem noites q acordo pra dar beijo nele.
Qndo for passar a noite fora Isaac já vai estar com 1 ano e meio. Claro que pra isso acontecer depende de vários fatores, mas acho que vai dar tudo certo.

Bjs

6 comentários:

Thatá disse...

Menina,que complicado...Olha, aqui não tá muito diferente não, mas Theo acabou de completar 1 aninho e dá vários xiliques ao dia. Vários!! Até meu marido que é um exemplo de paciência, perde com ele...Eu fico só imaginando como será o tal Terrible Two com Theo, se ele tem apenas ONE e já está Terrible rsrsrs!
Bjs e boa sorte!Acho que um passeio a sós com maridão sempre faz bem =)

Mundo do Dani disse...

Oi Queli, dará tudo certo sim \o/
Estou torcendo por você.
Eu lembro dessa fase do Daniel, minha nossa era um monte de complicação, comida por todo o lado, ela servia para tudo menos para comer, é complicado, mas logo passa, eles começam a compreender as coisas, os pais têm que colocar limite na coisa, tal e qual como vocês estão fazendo, e tudo dará certo. Juntos conseguirão dar a melhor educação ao Isaac. Acreditem. E claro que como todos os casais vocês merecem sair sozinhos, descansar juntos e namorar muitooo **
Beiinhos minha linda.

Cláudia Leite disse...

Queli,
Nem me fale em birras, Isabella tem feito muito isso que vc relatou no Isaac. Lá em casa quem se irrita muito é meu marido, e ele tem mais pulso firme, eu sou bem desencanada... mas preciso mostrar autoridade desde já. (tb penso que ela ainda é novinha, como seu marido pensa).

Vc precisa mesmo dessa noite á sós, é muito ímportante para o casal e para a mulher que existe em vc.

bjão e boa semana!

Luiza Navarro disse...

ai Queli, olha sinceramente Rafa faz umas birras aqui e eu ja fico doida, falo alto com ela, peço pra parar. Ela tbm tem mania de jogar as coisas no chao. E quando chega o Cris eu ja falo pra ele tomar conta dela, e por sorte, ele sai com ela pra casa do meu cunhado, mas as vzs nao da bola e eu q cuido da menina 24 hs.
Tà, eu sei q esperei mto por ela, amoo minha filha, disso nao hà duvidas, mas a gente tem paciencia, ela acaba, a gente cansa e precisa de um descanso e ajuda quando as coisas estao pretas. por isso e bom contar com alguem mesmo q tome conta deles, no caso, a sua mae. Aqui tbm è assim, mas minha mae nao tem mta paciencia, ama, beija mto, mas nao hora q Rafa faz birra tem menos paciencia q eu, e deixa a menina chorar...disso nao gosto.
sao pròs e contras viu? e bem complicado.
fases neh?
e a gente vai aprendendo junto.
bjus!

luizanavarro1985@gmail.com

deixa seu e-mail pra eu convidar vc pro meu blog, ta vip.

Carol Liôa disse...

amiga é dificil viu! axo q so vc q é a mãe q vai encontrar a solução para isso!! e torço para q consiga resolver! bjsss

Camila Sabino disse...

Queli penso que se dermos atenção no momento dos xiliques é pior, pois meu irmão caçula era exatamente desse jeito e é ainda,
lembro que minha mãe ficava por tempos tentando fazer ele se calar, dando o que ele queria e ele nada.E era eu que cuidava dele enquanto minha mãe tava no trabalho.

Mas quando era comigo eu simplismente ignorava, queria um brinquedo? eu dava e ele jogava longe, fingia que nem via aí ele ia lá e pegava novamente, a mesma coisa com os choros, ele chorava de rolar no chão mas quando via que não tinha a atenção de niguem se levantava e calava.
Acho que ele fazia tudo isto em busca de atenção só pode.
Mas se deus quiser ele vai parar logo logo bzoo