quarta-feira, 9 de maio de 2012

Mãe não é tudo igual!!!!



Desde de pequenas somos induzidas a cuidar de bebês.
Sempre ganhamos bonecas e as tornamos nossas filhas.
Aprendemos a dar banho,dar mamadeira, dar comidinha, dar chupeta qndo chora, trocar fraldinha...
Muitas de nós cresceram com o desejo de ter seu bb de "carne e osso" pra cuidar.
Chega um ponto da vida q o relógio biológico grita (ou não) e aí já era.
Comigo foi assim.
SEMPRE sonhei em ser mãe. Um dia resolvi me render a esse desejo e começaram as tentativas (essa parte vcs já conhecem).
Como foram 2 anos de tentativas tive bastante tempo pra aprender a ser mãe de verdade, não aquela mãe q eu era pras minhas bonecas.
A cada dia que passava eu só pensava em estar mais preparada pra chegada do Isaac ou da Gabriela(seria esse o nome).
Lia blogs de mamães, blogs de treinantes,baby sites, baby foruns...
Foi aí que descobri que a frase que ouvi durante toda a minha vida era uma grande mentira.
Descobri que mãe não é tudo igual!!!

Gente, que loucura!
Era um tal de
" Dá chazinho pra cólica.
Não dá chazinho pq larga o peito.
O leite seca se vc deixar ele pingar no chão.
Se vc se alimentar com o bb no seio ele vai ter epilepsia.
O parto tem q ser esse e não aquele.
Eu deixo meu bb chorar até dormir pq é assim q tem q fazer.
Eu cuido assim.
Eu cuido assado..."

E diante de tudo isso eu pensava: "Putz,é mais complicado do que eu imaginava!"
Pra onde eu ía?? Q linha seguir?
Tentei ir junto com a modinha de seguir uma tal de encantadora.
Imaginei que se ela era tão falada eu poderia seguir suas dicas que me daria bem, era sucesso na certa.
Não consegui sair do primeiro capitulo.

Isaac nasceu e eu ainda não sabia que tipo de mãe eu queria ser, só sabia q a minha mãe era a melhor mãe do mundo e eu queria ser melhor do que ela.kkkkkkkkkkkk
Estava aí mais um problema, como eu seria melhor que a minha mãe?

Saímos da maternidade e aí, foi exatamente aí, que a realidade bateu na minha porta. Eu achava q tinha q escolher depressa a mãe que eu seria, já que mãe não é tudo igual eu precisava me encaixar nos padrões de alguma delas.
Foi aí que descobri uma outra verdade, ao menos é a minha verdade que pode não ser a sua, mas é a minha e foi nessa que me enquadrei.
SE APRENDE A SER MÃE SIMPLESMENTE SENDO MÃE.
Não tem fórmulas, não tem mágica.
Acho que muito do que eu aprendi só aprendi pq fui mãe do Isaac, penso que se viesse a Gabriela seria muito diferente.
Isaac foi me ensinando a ser mãe dele e ainda me ensina.
Percebi que assim como os bbs, as mães tbm tem fases e que essas fases acompanham as fases do bb. As vezes em total sincronia, e as vezes á força,sem muito preparo.

Aquela coisa de ser melhor mãe do que minha super mãe, foi caindo por terra, percebi que não tem essa pq as vezes discordo do que ela faz como mãe e as vezes ela discorda do que eu faço como mãe e assim o mito das super mães vai.
Claro q pra mim ela vai ser sempre a melhor mãe do mundo e espero que o Isaac tbm me ache a melhor mãe do mundo.
Mas cada uma com seu jeito, com suas particularidades e com um desejo enorme de fazer a coisa certa e da forma certa.

E você, como aprendeu a ser mãe???


Bjs amores, amanha tem mais.

7 comentários:

Cláudia Leite disse...

Queli,

Concordo contigo, só sendo mãe pra aprender mesmo, não existem fórmulas certas!
Até li a encantadora de bebês, mas quando nos 3 primeiros meses nada me fez sair do caos, só o tempo mesmo...rs


bjo!

Fafá disse...

Adorei o post!E concordo com vc...mãe não é tudo igual....mas eu acho que não aprendí a ser mãe....estou aprendendo ainda!Sempre que acho que tenho todas as respostas, vem a Bruna e muda todas as perguntas!!!!rsrsrsrsrs!!!!!Mas eu acho que o que me guia é meu amor incondicional e gigante por ela e a minha vontade de que ela cresça com educação, saúde, amor, carinho e sabendo o valor que a família tem....no mais acho que sempre terei algo a aprender....acredito que não existem mesmo fórmulas certas, mas se a mãe faz com amor tá tudo certo!rs!

Beijinhos
Fafá

Kariny disse...

Adorei o post, flor! Realmente mães não são iguais, mas concordo com você, acho que aprendemos com os filhos! Pelo menos eu aprendi assim, com a Kamila, na prática; Quando ela nasceu eu não sabia trocar nem uma fralda, e de repente me vi cuidando de um bebê tão frágil, e a cada dia tenho tentado aprender mais e melhorar nessa tarefa tão maravilhosa que o Senhor nos deu! Beijos!

Mãe do Theo disse...

Nossa Queli, onde assino? Rsrs! Concordo plenamente! Só se aprende a ser mãe sendo mãe. Eu tb li muito, ser mãe era um sonho meu e eu queria ser a melhor, li demais na gravidez, mas só sendo mãe que aprendi que não existe fórmula, cada bb é único e que vc como mãe saberá exatamente o melhor para seu filhote.
Bjão!

Kariny disse...

Queli, adorei seu comentário, fiquei aqui imaginando o Isaac falando "mamãe" e correndo, pro papai correr atrás dele rsrs! Eles adoram essas coisas né! É uma delícia, aproveitem ao máximo essa fase, beijos

Carol Liôa disse...

nossa adorei! com certeza se aprende a ser mãe, simplesmente SENDO MÃE! Adorei seu post amiga! bjss

Vanessa Orgélio disse...

Queridas,
Estou passando esse formulário de pré-venda para ter uma idéia de quantos livros preciso encomendar para a editora, fora os do lançamento, se você tem interesse de adquirir um exemplar, favor visitar esse link e preencher o formulário, inclusive se pretende estar presente no evento de lançamento, ok? Ao preencher o formulário, voce não está gastando nenhum dinheiro (ainda), mas só o faça se realmente quiser adquirir um livro. O valor do livro está em R$26,90! Desde já agradeço!
Um abração!!!
https://docs.google.com/spreadsheet/viewform?formkey=dGlaMXZWVTJVMEZMZzRkZ1c5NVF5d3c6MQ

Quer saber mais sobre o livro? Visite meu blog: vanessaorgelio.blogspot.com

Aproveita e curta a página no facebook:
http://www.facebook.com/oimortalvanessaorgelio