segunda-feira, 7 de maio de 2012

Sobre trabalhar fora e ser mamãe

Muito de nossas aventuras por aqui vem do fato de ter que sair de casa de segunda a sexta pela manhã com o meu pequeno no carrinho, isso qndo não chove aí dou preferencia a pegar o tranporte alternativo (kombi) por ser mais facil de entrar e se acomodar com o baby no sling e ainda acomodar nossas malas.

Nosso dia começa bem cedo.
Eu me levanto as 05:40 da madrugada, me arrumo e talz, daí acordo Isaac por volta de 6:15. Arrumo o pitiquinho que por vezes está sonolento, mas por muitas vezes está com a corda todo ligando e desligando a tv, andando atras da gente pela casa ou chorando querendo mama(chupeta).
Quando digo aventura falo sério. Por aki é uma aventura sair com o Isaac no carrinho. As calçadas são todas irregulares, os motoristas não entendem, que apesar de esburacadas, as calçadas são para os pedrestres e não para pararem seus carros em qualquer lugar impedindo nossa passagem.
São 30 minutos, em média, empurrando o carrinho pelas ruas até chegar na casa da minha mãe. Enfrentamos, alem dos buracos, os motoristas irresponsáveis e insensiveis que ultrapassam sinal vermelho.

Bom, esse é só o começo do stress.
Tem todo esse lado de já chegar no trabalho exausta, por muitas vezes mal dormida, mal ajeitada kkkkkk. Não é facil essa vida de mãe trabalhadora.
Por outro lado vem o fator SENTIMENTO.
Claro que adoro ter meu dinheirinho pra comprar as coisinhas fofas que compro pro meu baby sem precisar pedir nada a ninguem, mas ultimamente tenho me sentido triste por trabalhar fora.
Queria ter mais tempo em casa com meu bebê.
Esses feriadões afloraram mais ainda o desejo de estar na minha casa aproveitando meu tempo com o Isaac.
NUNCA imaginei que eu diria isso, mas juro que pensei por  várias vezes (ainda penso) em deixar de trabalhar pra viver um tempo como dona de casa.
As vezes me dá aquela sensação que não estou sendo inteira em nada.
Não sou uma profissional por inteiro, não sou mãe por inteiro e não sou dona de casa por inteiro (essa ultima nem me incomoda tanto assim rsrsrs).
Tem dias que penso que esse acumulo de funçoes não estão fazendo muito bem á minha familia.
Esses dias olhei minha casa e parecia que havia passado um furacão.
Todo o trabalho que faço em casa não rende. Eu acabo de arrumar e parece que tem q arrumar novamente. Isso me deixa bem estressada.
É estranho olhar em volta e perceber que vc não está dando conta das coisas que deveria dar.
Isaac tem até me deixado fazer as coisas, mas ele é um mini tsunami então tem dias que o que eu faço é simplesmente olhar a casa meio arrumada/meio bagunçada e dizer "não é o melhor, mas é o que tem pra hoje!"

Como podem ver, meu coraçãozinho está num impasse.
Já procurei idéias sobre como ganhar dinheiro em casa, mas não achei nada que me desse segurança.
Enquanto isso, sigo trabalhando fora.
Estamos com planos de construir o quarto do Isaac e reformar a cozinha, esse é mais um motivo pra continuar trabalhando fora, e "mesmo com tantos motivos pra deixar tudo como está" , ainda sinto uma tristezinha bem lá no fundo, sabe aquela tristeza q dói na alma?
É exatamente essa!
Mas vai passar.

Se alguem tiver uma dica de como ganhar dinheiro em casa me avise por favor.
Tô aceitando sugestões.

Bjs


4 comentários:

Rafaella disse...

Não é facil ne...
Mas tudo é por um bom motivo, vcs estão conquistando coisas que tanto querem e dando o melhor que podem para o filho de vcs...
Boa sorte..
Bjs

Cláudia Leite disse...

Ai Queli, ler seu dia-a-dia me faz lembrar do meu!
Ia 30 minutos à pé com a Bella no carrinho pra escola, mas acabei contratando uma Van escolar, e vou com ela junto. Estava cansativo, mas não era só isso, é que chegou o inverno e fiquei com medo dela pegar muita friagem.
Tb tenho essa sensação, de que não sou 100% profissional, nem mãe, nem dona-de-casa... mas não dá pra ser completa em todas as áreas.

Acho que ficar um tempo em casa será ótimo pra vc, para o Isaac, mas sabe o que penso? Que se saímos do mercado de trabalho acabamos voltando desfalcadas depois. Ficar um tempo em casa nos faz deixar de ter aumentos de salário, acabamos pegando uma vaga inferior depois... penso nisso quando me dá vontade de passar uns meses em casa.
Mas sei que tudo é muito cansativo! E morro de medo da Bella não me reconhecer como mãe... Deus em livre!

Vou até fazer um post sobre isso, copiar vc tah? Esse assunto tem pano pra manga! rs


Bjão em vcs!

Cris Sobral disse...

O vida dura mulher rsrsrs
Olha eu estou em casa depois que o Isaac nasceu,pretendo voltar a trabalhar só quando ele completar dois anos se Deus permitir pois sei bem como é a tal situação financeira.
Mas eu só quero viver esse momento agora com Isaac o resto vejo depois.Pois não tem preço que pague o tempo com nossa benção,casa vem depois enfim...è vc e Deus e suas prioridades....força ore ao Senhor e faço o melhor sem se culpar.O nosso Deus é um Deus do impossivel,nada ira faltar pode ter certeza se vc tiver fé!!!Beijos

Carol Liôa disse...

ai q dozinha amiga... é xato.. possa eu gostaria d poder ajudar, mas eu ñ sei nem o q te dizer! eu ñ trabalho fora, mas tem horas q me sinto sufocada, e poder sair p trabalhar por exemplo seria algo muito bom! então amiga, as vezes as coisas são assim, nunca estamos 100% satisfeitos com aquilo q fazemos! bjsss