sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Compartilhando sem levantar bandeiras.

Oi amores.
Todos aqui sabem que não sou de levantar bandeiras. Não alimento papo de PCxPN, LAxLM...
Sabem que sou relax e acho que cada uma faz o que acha melhor (nem sempre pro filho) e assim a vida segue, mas li um texto que me emocionou muito e quero compartilhar com vocês.
Lembrando que o meu filho nasceu de CESÁREA e o nascimento dele foi a coisa mais incrível,linda e inesquecível da minha vida. Lembrando também que morro de medo do parto normal,mas que estava me preparando pra o que viesse.
Eis o texto:

Cesaristas: ELAS PEDEM AJUDA!!!

Ela chegou gritando e esperneando como se estivesse sendo torturada... A conheci hoje, no plantão de retaguarda da maternidade que tem 98% de cesáreas pelo SUS, restando os 2% de PN dos dias que estou de plantão... Isso mesmo que ouviram, 98% de cesáreas pelo SUS! Ela com 23 anos, terceira gestação, 2 cesáreas anteriores, 38 semanas, bolsa rota e 5cm de dilatação, colo finíssimo, apresentação baixa. A mãe chorando e as duas juntas pedindo "PELO AMOR DE DEUS DOUTOR, FAÇA UMA CESÁREA!!!". Sentei ao seu lado no pré-parto, apaguei as luzes, pedi pra enfermagem sair (nesse hospital elas não têm a mínima prática com Parto Normal). Entre as contrações ela acalmou-se, porém durante elas, virava bicho e não ouvia nada, se contorcendo e gritando que o médico do pré-natal falou que ela não podia ter parto normal de jeito nenhum pois no caso dela era impossível! Perguntei se ela já quis algum dia ter Parto Normal e ela disse que sempre quis mas os médicos sempre falaram que ela não podia. No primeiro, bacia estreita, no segundo, não dilatou e agora pois já tinha 2 cesáreas. Insisti mais um pouco em tentar acalmá-la e explicar os possíveis benefícios do bebê nascer natural, mas foi em vão naquele momento. A enfermagem e a pediatra voltaram e me olhando com olhos de "oque você está esperando pra chamar o anestesista pra cesárea?"Foi então que de caso pensado falei (em voz baixa PARA O BEBÊ NÃO OUVIR): "Liga pro anestesista e diga que teremos uma cesárea!" Percebi que contentei a todos nesse momento! A paciente acalmou-se, a mãe foi contar pro marido, a enfermagem começou a se movimentar e a pediatra foi preencher papéis. Vieram com lâmina pra tricotomia e bandeja de sonda. Olhei e disse: "Pode deixar que eu faço a tricotomia e a sondagem depois de anestesiar". Chegou o anestesista que não viria para uma analgesia de parto se eu chamasse, mas como eu disse que seria cesárea veio...  pedi então que fizesse uma dose menor na raqui mesmo, apenas para tirar a dor mas que NÃO SERIA CESÁREA! Todos se assustaram!!! "Como assim? Com 2 cesáreas anteriores?" Aquele olhar de "ele deve estar louco!". Anestesia feita, a dor passa, suficiente pra EU CONSEGUIR CONVERSAR COM ELA! Lamentável mas como NINGUÉM CONVERSOU ANTES COM ELA, nem no pré-natal e nem no hospital e só me reservaram os 48 do segundo tempo para eu conversar, o único jeito de ouvir foi anestesiando: "E agora, está bom pra vc assim? A dor melhorou? Seu problema está resolvido?...  Vamos resolver o do bebê agora? O bebê está super bem, e ME DISSE QUE ESTÁ QUERENDO MUITO NASCER DE PARTO NORMAL. Ele não sabe ainda que vai ser cesárea. Ele está na posição e quase saindo e vc tem a passagem ótima pra ele, vamos tentar? Ou se preferir ainda posso fazer a cesárea, pois não vou fazer nada contra a sua vontade". Ela me olhou, arregalou os olhos ao mesmo tempo que veio um puxo e começou a fazer força... Ela sorriu e percebeu que podia... Me olhou novamente e fez mais força e se empolgou! Na terceira força ele nasceu perfeito e com nota 10 da pediatra incrédula. Foi ao colo da mãe que o beijou muito dizendo: SEMPRE ME FALARAM QUE EU NÃO IRIA CONSEGUIR! Não acredito que consegui fazer isso!... 
Caros cesaristas de plantão: ELAS PEDEM AJUDA E NÃO CESÁREA!!!


Achei o blog meio radical e não é um dos que eu seguiria, mas esse texto me encantou.
Acho que me encantou tanto por que me senti um pouco na pele da gestante que queria uma cesárea. Eu não pedi ao médico. Quem leu meu relato de parto sabe que eu tive bebê pelo SUS e que geralmente eles tentam um parto normal. Fui pro pré parto sem nada de dilatação e após 7 horas no pré parto decidiram me fazer a cesárea.
Pra mim foi uma cesárea humanizada.kkkkkkkkkkkkkk
Foi tudo me explicado,tiveram a maior paciência comigo, as enfermeiras, o GO...
Foi tudo muito emocionante. Antes de anunciarem a cesárea me monitoravam o tempo todo e monitoravam o Isaac. A enfermeira me arrumou pra cesárea o anestesista bateu um longo papo comigo,me explicou tudo e nada foi corrido, foi tudo com calma..vou parar por aqui que me emociono demais.
Mas então, como ía dizendo. Achei muito legal no texto a mulher que se sentia incapaz do parto normal conseguir e se sentir feliz. Sei que é só uma história e muitos vão achar que isso não acontece na realidade, mas acontece sim!
Era isso que queria compartilhar com vcs.
Bjs.



http://drbrauliozorzella.blogspot.com.br/2012/09/cesaristas-elas-pedem-ajuda.html 

7 comentários:

Natinha disse...

Olha, não quero causar confusão , longe disso, mas o texto é totalmente mentiroso!!
Meu marido e anestesista e NUNCA, seja em hospital publico ou particular, houve qualquer recusa de anestesista em atender paciente.... meu marido passa noites acordado acompanhando o PN.
Li o texto, tomei a liberdade de mostrar ao meu marido e todos os seus conhecidos, tanto médicos quanto anestesistas, que estão horririzados com o que foi escrito.
Infelizmente existe uma "leva" que julga super mal os médicos... e pessoas sem qualquer capacitação para isso! Está preocupante!!
É pregado que os médicos "obrigam" as pacientes a terem seus partos através de cesarea! Ninguém é obrigada a nda e deve optar por aquilo que quiser! LIBERDADE!!!!
Adoro o seu blog e isso não é crítica nenhuma á vc, pelo amor!! É um desabafo mesmoooo!!!!
O texto, como foi descrito, está totalmente fantasioso!!! É totalmente possível ter normal de´pois de cesarea! Mas a crítica maçante aos médicos está um exagero.... Daqui a pouco vai chover processo!!!! E com toda a razão!!
Eu apoio a revolta dos médicos quanto as inúmeras inverdades, ao tratamento hostil ao qual estão sujeitos, não só pelo meu marido e por acompoanhar a rotina dedica a vida dos outros que ele leva.. mas para todos que vivem nessa condição.
O tratamento que hj é dispensado aos médicos, como se fossem desumanos, é digno de rvolta sim!!
bjosss

Mundo do Dani disse...

Aiii amiga, que lindo! E é bem verdade, as gestantes pedem ajuda não pedem directamente uma cesária, e nascer de parto normal é o melhor mesmo para o bebé e para a mãe, só com grandes problemas é que deveria ser feita a cesária. O texto me emocionou amiga, eu vou querer parto normal, sim tenho medo é claro, mas o NATURAL é o MELHOR!
Parabéns. Beijos

Fafá disse...

Me emocionei muito com o texto tb!
No meu caso sempre levantei a bandeira do parto normal (mas não por julgar mamães que fazem cesárea, mas por não me sentir bem em fazê-la), só que a vida prega peças e eu entrei em trabalho de parto normal, quando dei entrada no hospital o médico ligou pro meu GO e ele disse que se quisesse poderia ir pra fazer cesárea e eu disse: "Não, eu quero normal!" e então ele me explicou que seria esse médico que havia me atendido que faria meu parto normal e até aí tudo bem....estava desde meio dia com contrações fortes e regulares e dei entrada no hospital as 23hrs!Pense!Eu aguentei a dor até o limite para garantir meu PN...resumindo: as 05am (mais de 12hrs de trabalho de parto) ainda estava com 4cm de dilatação e o médico insistiu que eu fizesse a cesárea....comecei a chorar e falei que não queria!E o argumento que ele deu me convenceu: ele disse que minha bebê podia estar em sofrimento e que seria arriscado esperar mais....entrei no centro cirurgico chorando e me tremendo de revolta por ter que fazer PC, o anestesista custou a me acalmar pra conseguir aplicar a anestesia....as 05:19 chegou minha pequena!Linda!Com nota 10 e nesse momento esquecí se era PC ou PN!O que importava é que ela estava nos meus braços e com saúde!Mas confesso que se tiver outro vou ser teimosa do mesmo jeito e vou sim tentar meu PN!rs!Quem sabe não consigo, né?!rs!Adorei o post!Desculpe o texto!hehehe!!!!Beijinhos e bom fim de semana!

Carol Liôa disse...

ai q historia linda!! uem dera todos os medicos fossem assim né?? primeiro q essa anestesia ai na hr das contrações e muito dificil eles darem... sei q é normal as dores, mas a mlr devia ter a opção d escolher né? bom, adorei esse relato! bjs

Anjinho disse...

Muito lindo o texto mesmo amiga.
e obrigada pelo carinho lá em meu cantinho.
qnt ao parto normal, ñ tenho coragem de jeit nenhum.
Sempre quando pesava em parto, só em cesária mesmo, mas do tipo, marcar e ir de cara limpa p maternidade, sem dor alguma. rsrsrs
bjokas e sucesso.

Anônimo disse...

oi amiga, eu concordo com alguns comentarios acima, achei o texto um pouco fantasioso e fora da realidade, mas enfim.... eu queria PN, nao consegui pq a Lolo nasceu com 38 semanas, mas a minha cesarea foi a coisa mais maravilhosa do mundo... em se tratando de traumas nao teve NENHUM nem pra mamae aqui nem pra minha gostosura.... qdo ela saiu de dentro de mim ela estava DORMINDO !!!!! a medica teve de fazer cócegas nela pra ela acordar e chorar... uma graça! eu sou a favor que todas tenham o parto que queiram, mas levantar bandeiras nao sou a favor nao... soh causa confusao, desconforto.... PN, PC... nao importa TODAS NÓS SOMOS MÃES COM OS MESMOS VALORES!!!!!Bjokas minhas e da lolozinha tb. jenifer.

Patrícia M. Chaves disse...

lindo relato...

essa mãe pode ter o parto q ela sempre quis...acho q os medicos poderiam ouvir e se esforçar mais pra atender a vontade das mães e fazer menos cesarias desnecessarias...

nada contra as mulheres q escolhem pela cesaria, cada mulher sabe o q é melhor para si e isso não muda o amor por seus filhos...

mais acho q a decisão por parto normal deveria ser mais respeitada.

bjosss